Kassab quer criar faixa só para quem dá carona

Anúncio que também incluiu uso da Ciclofaixa de Lazer em algum dia útil foi feito durante a C40, mas medidas ainda não têm prazo para começar

Circe Bonatelli, O Estado de S.Paulo

03 de junho de 2011 | 00h00

O prefeito Gilberto Kassab (sem partido) disse ontem que estuda criar uma faixa exclusiva de trânsito para carros com mais de uma pessoa a bordo. O anúncio foi feito no segundo dia de conferências da C40 - cúpula ambiental que reúne representantes de 40 cidades do mundo. Também está nos planos da Prefeitura o uso da Ciclofaixa de Lazer em pelo menos um dia útil da semana. Não há prazo para o início dessas medidas.

Segundo Kassab, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) já está elaborando o plano da faixa exclusiva para a carona solidária. Uma das ideias é usar as faixas reversíveis que hoje já estão em operação na cidade, como as da Radial Leste, da Avenida Luís Dumont Villares e das Pontes dos Remédios e das Bandeiras. Atualmente, não há restrição de circulação nelas.

O uso das faixas reversíveis para carona solidária não é novidade. Em 1997, a proposta foi adotada das 6h às 9h na Radial Leste. Os veículos com menos de três pessoas que trafegavam pela faixa estavam sujeitos a multa.

Uma segunda faixa reservada ao transporte solidário foi criada no sentido bairro-centro da Avenida das Nações Unidas, entre as Pontes Transamérica e do Socorro, na Marginal do Pinheiros, zona sul. Na sequência, a ideia foi estendida para faixas reversíveis nas Pontes João Dias, do Piqueri, do Limão e em outro trecho da Marginal do Pinheiros. A cidade chegou a ter seis faixas solidárias, antes do projeto começar a ser abandonado pela CET, em 2000.

Além disso, o projeto de lei que instituiu na capital a Política de Mudanças Climáticas, aprovado pela Câmara Municipal há dois anos, e cujo objetivo é reduzir em 30% as emissões de gases de efeito estufa (GEEs), prevê o incentivo à carona solidária, com a implementação de faixas exclusivas.

Sobre a ampliação do funcionamento da ciclofaixa, hoje em operação os domingos e feriados, o prefeito afirmou que a medida também está em estudo pela CET. "Essa é uma ideia minha que deixa os diretores da CET de cabelo em pé", brincou, ao se referir aos impactos no trânsito. Atualmente, a ciclofaixa tem 45 km e interliga os Parques das Bicicletas, do Ibirapuera, do Povo, Villa-Lobos, entre outros.

Carta. A divulgação de uma carta para autoridades da Organização das Nações Unidas (ONU) e aos organizadores do Rio + 20, evento que acontece em 2012, encerrou a C40 ontem à noite. O documento expressa a intenção da C40 de ser a voz das megacidades no combate às mudanças climáticas. Nela, sugerem que acordos internacionais e os governos federais devem dar mais poder aos governos locais. / COLABORARAM FLÁVIA TAVARES E RENATO MACHADO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.