Kassab nega fraude na inspeção veicular

O prefeito Gilberto Kassab (PSD) negou ontem a existência de uma fraude relacionada à inspeção veicular em São Paulo. "Sempre digo que o Ministério Público ajuda a administração pública", afirmou. "Esse é seu papel, o papel de investigar. E o nosso papel é de contribuir e colaborar com todas as informações."

O Estado de S.Paulo

18 Março 2012 | 03h05

O Ministério Público Estadual (MPE) instaurou na sexta-feira procedimento investigatório criminal para apurar "eventuais condutas criminosas" praticadas por Kassab na adoção do programa de inspeção veicular. A Câmara Especializada em Crimes Praticados por Prefeitos vai apurar se houve crime de responsabilidade e descumprimento da Lei de Licitações. O prefeito, no entanto, afirmou que não existe nenhuma novidade quanto à instauração do procedimento e que esse é apenas um desdobramento de outras ações que vinham do ano passado. Segundo ele, isso já era esperado.

"Esse inquérito já existe em outro âmbito e a Justiça já entendeu que as colocações do MPE eram inadequadas por ora", disse o prefeito em vistoria às obras da Praça Memorial 17 de Julho, em homenagem às vitimas do voo JJ3054, da TAM. Além de Kassab, o secretário do Verde e do Meio Ambiente, Eduardo Jorge (PV), e Ivan Pio de Azevedo, ex-presidente da Controlar, também serão investigados pelo MPE. / MARIANA LENHARO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.