Kassab não dá prazo para melhoria em parques

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), afirmou que vai resolver os problemas dos parques municipais, apontados ontem em reportagem publicada no Estado. "Esses problemas que foram identificados serão corrigidos. O importante é que todos tenham a compreensão do quanto está aumentando o número de parques e o quanto a Prefeitura se esforça para fazer com que eles existam", afirmou.

ARTUR RODRIGUES, O Estado de S.Paulo

27 Março 2012 | 07h41

Apesar da declaração, o prefeito não deu prazo para que os problemas sejam solucionados pela atual gestão. "Não vamos aqui assumir o compromisso de uma hora para outra", disse.

Kassab afirmou que as ações relacionadas ao meio ambiente marcaram a sua administração. "Nós tínhamos 33 parques, vamos deixar São Paulo com mais de cem."

Abandono. A reportagem encontrou lixo, pichação, falta de iluminação e segurança dentro de 13 parques construídos pela atual administração.

Os espaços haviam sido visitados há um ano pelo Estado. Desde então, a maioria continua igual ou sofreu degradação.

No Parque Linear do Taboão, na zona leste, há até uma favela. O espaço foi construído em um terreno que abrigava uma comunidade, que voltou para a área e ergueu barracos novamente no local. Com isso, o playground virou estacionamento dos moradores, o mato está alto e parte da área verde se transformou em um lixão.

O Parque Senhor do Vale, também na zona leste, tem mato alto. A quadra está pichada. Um dos playgrounds, segundo moradores, foi depredado por adolescentes que usam drogas na área.

Ainda na zona leste, o Parque Linear Mongaguá está em melhor situação. O espaço tem a grama aparada e ainda um posto de segurança.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.