Kassab desapropria terreno na zona leste para campus da Unifesp

Futura faculdade integra conjunto de intervenções para reduzir necessidade de deslocamentos na cidade

PEDRO DA ROCHA, Agência Estado

24 de julho de 2010 | 18h23

Um terreno na Avenida Jacu-Pêssego, na zona leste da capital paulista, foi desapropriado pelo prefeito Gilberto Kassab para a construção de um novo campus da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). O Decreto de Utilidade Pública (DUP), que oficializou a desapropriação, foi assinado neste sábado, 24.

O terreno de 175,5 mil m² era propriedade particular, das indústrias Gazarra. A futura Unifesp Leste integra um conjunto de intervenções para a região, dos quais fazem parte também o Pólo Institucional da Zona Leste, que prevê diversos equipamentos públicos, tais como um Centro de Convenções e Eventos, uma Faculdade de Tecnologia (Fatec), um Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e uma rodoviária.

"Agora, com o processo de desapropriação, cabe à Unifesp iniciar um projeto para que eles possam o mais rápido possível começar as obras", disse Kassab. Segundo a Prefeitura, um dos principais objetivos dos investimentos é reduzir a necessidade de deslocamentos pela cidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.