Kassab cria 7 vagas em conselhos. Com jetom de até R$ 6 mil

O prefeito Gilberto Kassab (DEM) criou mais cinco vagas de conselheiros de administração e duas de conselheiros fiscais para a São Paulo Obras (SPObras), empresa da Prefeitura. Cada vaga no conselho administrativo - passam a ser 11 - dá a seu ocupante jetom de R$ 6 mil mensais, desde que ocorra ao menos uma reunião no período. No caso do fiscal, que fica com cinco, o benefício é de R$ 3 mil.

, O Estado de S.Paulo

18 Fevereiro 2011 | 00h00

As vagas novas terão custo mensal de R$ 36 mil e anual de R$ 432 mil. Cada empresa municipal possui conselhos de administração e fiscal. Em muitos casos, esses valores até complementam salário de secretários. Em outros, contemplam aliados - há integrantes do PV e do PMDB, por exemplo.

A Prefeitura informou que "o decreto visa a aproximar a equipe da SPObras à da São Paulo Urbanismo, uma vez que são empresas de natureza similar e cuidam de obras importantes para a cidade, como a do Teatro Municipal, a da praça Roosevelt, de túneis, viadutos etc". A SP Urbanismo tem nove pessoas no conselho de administração e três no fiscal.

Em novembro, quando se discutia na Câmara Municipal o aumento salarial dos secretários, o então líder de governo, o tucano José Police Neto, defendeu a fixação de uma remuneração nova para os titulares desses cargos, como forma de acabar com os jetons pagos pelas comissões das empresas. O projeto acabou rejeitado. Se a proposta fosse aprovada, os vencimentos dos secretários passariam de R$ 5.344 para R$ 20.499. O último reajuste para os cargos comissionados ocorreu em 2002.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.