Kassab chama Soninha de secretária e depois se corrige

Ao perceber o engano, prefeito elogiou a 'vereadora' Soninha; Kassab admite 'mudanças rotineiras'

Carolina Freitas, da Agência Estado,

30 de outubro de 2008 | 12h57

Em meio à disputa de partidos aliados por cargos na próxima gestão da Prefeitura de São Paulo, o prefeito reeleito, Gilberto Kassab (DEM), chamou a vereadora e candidata derrotada nessas eleições municipais Soninha Francine (PPS), de 'secretária'. Na manhã desta quinta-feira, 30, Kassab foi questionado sobre as recentes declarações de Soninha, de que ficaria grata se convidada a integrar a administração. O prefeito respondeu que "a secretária Soninha é um excelente quadro." Ao perceber o engano, corrigiu-se elogiando a "vereadora Soninha". "Tenho dela a melhor das impressões." Apesar de negar que as alterações estejam em debate com os novos aliados - como o PMDB -, o prefeito admite "mudanças rotineiras" nas secretarias e subprefeituras. "Alterações surgem. Alterações surgirão", disse. "Pode haver mudança, como pode não haver. Não tem nada impositivo." Na tentativa de minimizar a importância das alterações no secretariado, Kassab disse ter feito as contas e identificado mais de dez mudanças nos últimos 2 anos e 7 meses. "Teve mais de dez mudanças rotineiras e ninguém falou 'mudou'. Em uma cidade como São Paulo, as alterações surgem."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.