Kassab anuncia investimentos para a construção de metrô

Expectativa é de que R$ 1 bilhão seja repassado para o Metrô via Parceria Público Privada

Humberto Maia Junior e Eduardo Reina, Estadão

10 de outubro de 2007 | 18h14

O prefeito Gilberto Kassab (DEM) disse nesta quarta-feira, 10, que a Prefeitura vai voltar a investir no Metrô, hoje responsabilidade do governo estadual. A expectativa é que pelo menos R$ 1 bilhão seja repassado. Isso seria feito graças à criação da Companhia São Paulo de Parcerias, empresa da Prefeitura aprovada na terça-feira na Câmara Municipal, que permitirá a realização de Parceria Público Privadas (PPP).  Segundo Kassab, a primeira PPP será feita para a construção de creches. Com a empresa, a Prefeitura vai criar um fundo, com recursos do Programa de Parcelamento Incentivado (PPI) - dinheiro que a Prefeitura tem a receber de devedores nos próximos dez anos, que deve chegar a R$ 2,7 bilhões. Os recebíveis serão revertidos em títulos e vendidos em operações no mercado financeiro.  Dessa forma, a Prefeitura irá receber no presente um dinheiro que deveria ser recebido parceladamente ao longo de dez anos. Segundo o prefeito, os recursos poderiam ser utilizados em qualquer área. "Estamos vivendo um bom momento financeiro e poderemos colaborar para que tenhamos mais quilômetros de Metrô de forma mais rápida." O governador José Serra (PSDB) comemorou a participação da Prefeitura no Metrô. Ele lembrou que, hoje, essa participação é "insignificante" e disse que ela será importante para alavancar os investimentos. "Foi um sonho que eu tive, a Prefeitura poder contribuir com Metrô."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.