Kassab admite falha em fiscalizar construtoras

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, admitiu ontem que há falhas no controle dos pagamentos da taxa de outorga onerosa - autorização para construtoras fazerem prédios maiores que o permitido, mediante contrapartida financeira. "O tempo mostrou que o processo de checagem é falho, de todas as secretarias", disse Kassab. Construtoras obtiveram autorização para 23 empreendimentos e desfalcaram os cofres públicos em pelo menos R$ 50 milhões (em valores atuais). A Prefeitura disse que já embargou dez obras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.