Kassab acata Justiça e tira salários dos servidores de site

A Prefeitura de São Paulo tirou ontem do ar a relação de funcionários e salários disponível desde setembro de 2009 no site "De Olho nas Contas". A Prefeitura atende à determinação do juiz Luiz Sergio Fernandes de Souza, da 8.ª Vara da Fazenda Pública, que aceitou mandado impetrado pela Federação das Associações Sindicais e Profissionais de Servidores da Prefeitura (Fasp).

Paulo Saldaña, O Estado de S.Paulo

06 Janeiro 2011 | 00h00

Essa é a primeira vez que a lista é retirada do ar. A Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão informa que vai recorrer da decisão. Em nota, afirma que a Prefeitura tem "convicção de que a transparência nas informações deve ser mantida para servir como instrumento de fiscalização e acompanhamento dos gastos do governo municipal pela sociedade".

A decisão ainda é temporária. O presidente da Fasp, Manuel do Nascimento Veríssimo, diz, entretanto, estar confiante de que esse seja um sinal da retirada definitiva dos nomes da internet. "Entramos com a ação para retirar toda a lista e não apenas alguns nomes", diz Veríssimo.

A entidade argumenta que a divulgação das informações é uma afronta à privacidade e coloca em risco a segurança dos servidores. O Município já havia perdido na Justiça casos individuais, sendo obrigado a suprimir alguns nomes.

Em novembro, a Prefeitura foi condenada a indenizar 20 servidores. Em março do ano passado, outra decisão determinou retirada dos registros dos funcionários da Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Município (Prodam)- que dá suporte ao site.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.