Justiça volta a negar abertura do Shopping JK Iguatemi, no Itaim-Bibi

A Justiça barrou ontem nova tentativa do Shopping JK Iguatemi de obter o Termo de Recebimento e Aceitação Parcial (Trap), uma licença provisória. O documento permitiria ao empreendimento abrir as portas sem realizar as obras exigidas pela Prefeitura para desafogar o trânsito no Itaim-Bibi.

O Estado de S.Paulo

19 Abril 2012 | 03h01

O pedido de concessão do documento foi negado pelo juiz Cláudio Antônio Marques da Silva, da 11.ª Vara da Fazenda Pública, mesmo após os responsáveis pelo empreendimento terem feito depósito de R$ 84 milhões, como garantia de que as obras serão concluídas até 2014. A Secretaria de Transportes afirmou que o Trap só será emitido com a conclusão das intervenções.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.