Werther Santana/AE
Werther Santana/AE

Justiça suspende remoção de moradores do Cingapura Zaki Narchi

Decisão foi dada após audiência com moradores, Cetesb e Prefeitura; a Justiça avaliou que prefeitura tem adotado providencias e que o risco é controlado

Diego Zanchetta, O Estado de S.Paulo

11 Outubro 2011 | 16h48

SÃO PAULO - A Justiça suspendeu a retirada dos moradores do Cingapura Zaki Narchi. A decisão foi dada pelo juiz Valentino Aparecido de Andrade, da 10ª Vara de Fazenda Pública, o mesmo que ontem pediu a interição do conjunto habitacional. 

Na audiência desta terça, dia 11, o diretor de controle e licenciamento ambiental da CETESB, Geraldo de Amaral Filho, afirmou que "embora o problema que envolve o conjunto habitacional seja similar aquele que envolveu o Shopping Center Norte, as características do conjunto habitacional são diversas e por elas se pode concluir que o risco de explosão é menor do que acontecia com o shopping".

Participaram da reunião um morador, técnicos da Cetesb (órgão ambiental paulista), representantes do Ministério Público e da Prefeitura.

Hoje pela manhã, a Prefeitura já começou a instalar drenos para retirada de gás metano do subsolo do conjunto habitacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.