Justiça suspende cassação de mais três vereadores em SP

Gilberto Natalini (PSDB), Marco Aurélio Cunha (DEM) e José Police Neto (PSDB) se manterão em seus cargos

Gabriel Pinheiro, estadao.com.br

24 Fevereiro 2010 | 17h43

A Justiça Eleitoral acolheu nesta quarta-feira, 24, recurso contra a cassação dos vereadores Gilberto Natalini (PSDB), Marco Aurélio Cunha (DEM) e José Police Neto (PSDB). Dessa forma, todos obtêm efeito suspensivo da punição até julgamento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP), sem data para acontecer.

 

Veja também:

linkPara Kassab, cassação não gera repercussão negativa

linkAutor do IPTU progressivo está entre vereadores cassados

especialEntenda o processo eleitoral contra Kassab

lista Leia íntegra da decisão que cassou Kassab e vice

 

Os parlamentares foram cassados no fim de semana pelo juiz da 1ª Zona Eleitoral, Aloísio Sérgio Resende Silveira, devido ao recebimento em doações considerados ilegais na campanha eleitoral de 2008.

 

Além deles, outros cinco vereadores - Antônio Donato, Ítalo Cardoso, Arselino Tatto, Juliana Cardoso e José Américo Ascêncio Dias, todos do PT - o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), e sua vice, Alda Marco Antônio (PMDB), tiveram seus mandatos cassados, mas permanecem no cargo com recurso.

Mais conteúdo sobre:
vereadoresGilberto KassabSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.