Facebook/Reprodução
Facebook/Reprodução

Justiça obriga morador a deixar casa sob risco em Guapiara

A residência do pedreiro Jair Rodrigues de Freitas foi parcialmente soterrada por um deslizamento; ele não quis deixar imóvel

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

15 Janeiro 2016 | 15h36

SOROCABA - Um homem foi obrigado pela Justiça a sair da própria casa sob risco de deslizamento, em Guapiara, interior de São Paulo. A cidade está em situação de emergência desde o dia 11 por causa das chuvas. A residência do pedreiro Jair Rodrigues de Freitas, de 57 anos, foi parcialmente soterrada por um deslizamento. Mesmo assim, ele se negou a atender determinação da Defesa Civil para deixar o imóvel.

A casa fica sob um barranco. Seis moradias foram atingidas e sofreram danos, entre elas a de Freitas. Ninguém ficou ferido, mas o pedreiro recusava-se a abandonar o local. A Defesa Civil recorreu à Justiça e obteve medida cautelar determinando a desocupação. Caso fosse necessário, poderia ser requisitada força policial, mas, na manhã desta sexta-feira, 15, o pedreiro atendeu a ordem judicial. Na cidade, 20 casas foram danificadas pelas chuvas e 60 pessoas estão abrigadas num ginásio de esportes.

Em Buri, sudoeste paulista, um temporal deixou 50 famílias desabrigadas e comprometeu o abastecimento, no início da noite de quinta-feira. A estação de tratamento de água foi invadida pelo Rio Apiaí-Mirim e o abastecimento ficou comprometido. Em Capivari, região de Piracicaba, o rio que dá nome à cidade subiu 2,4 metros e alagou a área urbana, na madrugada desta sexta-feira (15). Pelo menos dez famílias e seus móveis foram removidos para o ginásio de esportes.

Emergência. Prefeituras de doze cidades do interior paulista tinham declarado situação de emergência, até o início da tarde, em razão dos estragos causados pelas enchentes. Um município, Pederneiras, está em estado de calamidade pública. Pelo menos 120 cidades já registraram danos por causa da chuva este ano. Em Araçatuba, um jacaré foi encontrado numa rua alagada, no bairro Etheocle Turrini, na quinta-feira, 14. O réptil foi capturado pelo Corpo de Bombeiros. No dia anterior, um jacaré havia aparecido numa rua do centro de Nhandeara, após uma inundação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.