Justiça nega recurso e mantém taxa a R$ 44,36

A liminar pedida à Justiça pela Controlar - concessionária responsável pela inspeção veicular ambiental em São Paulo - foi negada anteontem pelo juiz da 10.ª Vara de Fazenda Pública. A empresa tentava barrar a redução da tarifa cobrada pelo serviço desde o dia 1.º de janeiro. Em dezembro, a Prefeitura determinou a redução de 28% no valor, que passou de R$ 61,98 para R$ 44, 36 - após realizar um estudo de reequilíbrio econômico-financeiro. A Controlar decidiu contestar o estudo que baseou a decisão da Prefeitura. A empresa promete recorrer a tribunais superiores.

O Estado de S.Paulo

14 de janeiro de 2012 | 03h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.