Justiça nega pedido de reabertura do Bahamas

A Justiça negou ontem pedido do empresário Oscar Maroni, de 61 anos, para liberar o funcionamento da Boate Bahamas, em Moema, na zona sul de São Paulo. Após decisão judicial que cassou a interdição da casa feita em 2007 pela Prefeitura, o pedido de licença deveria ser analisado pela Subprefeitura da Vila Mariana. Mas Maroni tentou encurtar o caminho e pediu a licença direto na Justiça. A boate ainda não entrou com pedido de alvará de funcionamento na subprefeitura porque esperava a resposta da Justiça.

O Estado de S.Paulo

13 de junho de 2012 | 03h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.