Justiça nega liberdade para ex-procuradora

TORTURA

, O Estado de S.Paulo

30 de julho de 2010 | 00h00

Os desembargadores da 4.ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio negaram nesta semana, por unanimidade, os dois pedidos de liberdade da procuradora aposentada Vera Lucia de Sant"anna Gomes (foto). Ela foi condenada a 8 anos e 2 meses de prisão em regime fechado por torturar uma menina de 2 anos que estava sob sua guarda provisória. Nas duas ações, a procuradora alega que reúne os requisitos para responder ao processo em liberdade, porque é primária e possui residência fixa. Na decisão, a relatora Gizelda Leitão Teixeira disse que não vê qualquer constrangimento ou ilegalidade na prisão da condenada. Não cabe recurso, mas o advogado da procuradora aposentada pode fazer um novo pedido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.