Justiça não intima testemunha e júri pode ser adiado

O pedreiro Gabriel Santos Neto, que encabeça a lista de testemunhas convocadas pela defesa de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, não foi encontrado pelos oficiais de Justiça do 2º Tribunal do Júri para ser intimado a comparecer ao julgamento de segunda-feira. A falta da testemunha pode levar a defesa do casal a pedir o adiamento do júri, mas quem decidirá será o juiz Maurício Fossen. O pedreiro teria dito que alguém invadiu a obra em que trabalhava na noite em que Isabella foi morta. O terreno da construção ficava ao lado do prédio onde vivia o casal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.