Justiça mantém processo do caso Mércia no Fórum de Guarulhos

Segundo o TJ, se fosse transferido para Nazaré Paulista, todo o andamento do processo, como depoimentos dos envolvidos, teria que ser recomeçado

Solange Spigliatti, Central de Notícias

24 de novembro de 2010 | 12h36

SÃO PAULO - A 12ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu nesta quarta-feira, 24, manter em Guarulhos, na Grande São Paulo, o processo que envolve a morte da advogada Mércia Nakashima.

 

Segundo o desembargador Breno Guimarães, "o juízo competente para processamento e julgamento do feito é aquele que melhor facilitará a produção de provas, o bom funcionamento da máquina judiciária e a celeridade processual, propiciando, assim, a maior exatidão possível na apuração dos fatos."

 

Segundo o Tribunal de Justiça, a decisão de manter o caso em Guarulhos foi tomada por dois dos três desembargadores que analisaram o caso. Para eles, o processo deve permanecer em Guarulhos, onde o crime teve início, sendo finalizado em Nazaré Paulista, com a desova do corpo.

 

Além disso, se o processo fosse transferido para Nazaré Paulista, todo o andamento do processo, como depoimentos dos envolvidos, teria que ser recomeçado, segundo o TJ.

Tudo o que sabemos sobre:
Mércia NakashimaGuarulhosMizael

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.