Justiça manda soltar motorista de ônibus acidentado na Fernão

Acidente deixou oito mortos na rodovia; à época, Lucio Ferreira Pinto saiu ileso e foi preso em flagrante

Priscila Trindade, da Central de Notícias,

19 Fevereiro 2010 | 15h52

A Justiça de São Paulo mandou soltar na quinta-feira, 18, o motorista Lucio Ferreira Pinto, que dirigia o ônibus da Viação Atibaia envolvido no acidente que matou oito pessoas em fevereiro deste ano na Rodovia Fernão Dias. Ele estava detido na Penitenciária de Franco da Rocha. A decisão é da Segunda Vara Criminal de Mairiporã, na Grande de São Paulo.

 

Ferreira dirigia o ônibus com 39 passageiros que seguia de São Paulo para Atibaia quando colidiu com dois carros e uma carreta no quilômetro 69 da Fernão Dias, na região de Mairiporã, no dia 2 de fevereiro. Pelo menos 17 pessoas ficaram feridas. O motorista saiu ileso do acidente e foi preso em flagrante.

 

Em sua decisão, a juíza de Direito Ana Paula Schleiffer Livreri afirma que faltam laudos sobre o acidente como a apuração de uma possível falha mecânica e exame de corpo de delito das vítimas.

Mais conteúdo sobre:
SPFernão Dias

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.