Justiça manda para manicômio professor que matou designer com taco de beisebol

A 1.ª Vara do Júri de São Paulo determinou anteontem à Secretaria da Administração Penitenciária a transferência do professor Alessandre Fernando Aleixo para um manicômio judiciário. Aleixo matou com um taco de beisebol o designer Henrique de Carvalho Pereira na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, em São Paulo. O crime ocorreu em 21 de dezembro do ano passado. O designer morreu após dez meses em coma. Segundo o despacho, "o caso recomenda especial cautela, especialmente a partir do que consta de relatório psiquiátrico dando conta de que o réu apresenta alta periculosidade para terceiros, sendo portador de esquizofrenia paranoide e teria interrompido voluntariamente o uso da medicação psicoativa na unidade em que se encontra recolhido". O processo contra Alessandre permanecerá suspenso até que o resultado do exame de sanidade mental seja anexado aos autos do processo. Em abril de 2008 Alessandre havia destruído uma vitrine da mesma livraria.

, O Estado de S.Paulo

06 de novembro de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.