Justiça manda indenizar esquiador tetraplégico

O esquiador americano Ryan Mitchel Bergeron obteve indenização de R$ 1,5 milhão do parque de diversões Hopi Hari, em Vinhedo (SP). Bergeron ficou paraplégico após acidente em show de esqui aquático no parque em 2008. A decisão foi dada pela 3.ª Vara do Trabalho de Jundiaí. Cabe recurso. O Hopi Hari disse que vai recorrer e não é responsável pelo acidente. A empresa GT Ultralights, que contratou o esquiador, deve dividir com o parque o pagamento da indenização. Ninguém da GT foi localizado.

O Estado de S.Paulo

22 Novembro 2012 | 02h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.