Justiça manda acusado entregar passaporte

A pedido do Ministério Público, a Justiça do Rio determinou ontem à noite a apreensão do passaporte do modelo Daniel Echaniz, participante expulso segunda-feira do Big Brother Brasil e sob investigação policial por "estupro de vulnerável". Daniel precisa entregar seu passaporte em três dias. O ex-BBB não poderá deixar o País até o fim da investigação. A intenção é impedir que ele viaje a trabalho para o exterior. Daniel disse à polícia que não fez sexo com a colega de BBB Monique Amin, que também negou ter havido sexo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.