Justiça libera rodeio de Jaguariúna

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo suspendeu ontem liminar concedida na segunda-feira pela juíza da 2ª Vara Judicial de Jaguariúna, Ana Paula Colabono Arias, que proibia a realização do Jaguariuna Rodeo Festival. Na quarta-feira, os organizadores do evento entraram com agravo de instrumento no TJ pedindo a suspensão da liminar.

Tatiana Fávaro, O Estado de S.Paulo

07 de maio de 2010 | 00h00

Com isso, os portões do recinto do Jaguariuna Rodeo Festival, na Red Eventos, na região de Campinas, foram abertos no início da noite de ontem. A organização disse esperar público de 40 mil pessoas por dia.

A liminar havia sido requerida pela Promotoria para prevenir danos à vida e à integridade física dos frequentadores do evento. No rodeio de 2009, quatro jovens morreram e dezenas ficaram feridos em tumulto no local. A Promotoria argumentou que o laudo pericial anexado ao inquérito policial que investiga as mortes atestou "graves deficiências" no lugar em que será realizado novamente o rodeio. Ontem, peritos inspecionaram o local, a pedido da juíza.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.