Justiça libera obra acusada de fraude no Itaim

A Mesarthin Empreendimentos Imobiliários - consórcio formado pelas construtoras Zabo Engenharia e Odebrecht Realizações - conseguiu liminar na Justiça para evitar o embargo da construção do edifício comercial The One, no Itaim-Bibi, zona sul.

Felipe Frazão, O Estado de S.Paulo

01 de setembro de 2011 | 00h00

A obra é uma das 22 embargadas pela Prefeitura, após identificação de fraude no pagamento de taxas municipais - estima-se que R$ 50 milhões tenham sido desviados de cofres públicos e quatro pessoas estão presas preventivamente.

A Mesarthin se comprometeu a depositar, em juízo, R$ 14 milhões que deveria ter pago. Já a Zabo e a Onoda Construtora e Incorporadora, também acusadas de integrar o esquema, tiveram pedidos de liminar negados.

As construtoras se dizem vítimas da fraude e ontem o prefeito Gilberto Kassab também disse acreditar que elas tenham sido lesadas. Esse não é, porém, o entendimento da Corregedoria-Geral do Município, que convocará hoje a depor gerentes de três agências bancárias onde o pagamento de taxas teria sido forjado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.