Justiça impede abertura de novo Shopping Iguatemi JK para próximo mês

Empreendimento não concluiu obras necessárias para amenizar impacto viário na região

Luísa Alcalde - Jornal da Tarde,

14 Março 2012 | 13h22

Com inauguração anunciada para o próximo mês, o novo Shopping Iguatemi JK, no cruzamento das Avenidas Presidente Juscelino Kubitschek e Nações Unidas, no Itaim Bibi, zona Sul da Capital, está impedido de abrir pela Justiça sob pena de multa diária de meio milhão.

O empreendimento, no entendimento do Tribunal de Justiça, ainda não concluiu as obras necessárias para amenizar o impacto viário que vai causar à região pois contará com mais de 7,7 mil vagas para estacionamento de automóveis, caminhões e motos.

O novo shopping foi classificado pela Secretaria Municipal de Habitação, como o segundo maior no rol dos 200 maiores empreendimentos destinados a comércio e serviços na cidade, em termos de área construída e número de vagas.

O pedido para impedir a abertura do empreendimento partiu da promotoria de Habitação e Urbanismo do Ministério Público que abriu uma ação civil pública contra as empresas WTorre São Paulo Empreendimentos Imobiliários, WTorre Iguatemi Empreendimentos Imobiliários, BTG Pactual Serviços Financeiros e Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários, e o Município de São Paulo.

Para o MP, embora se configure polo gerador de tráfego, o empreendimento não concluiu as obras para mitigação do impacto viário, que é condição para o funcionamento, não possui auto de vistoria do Corpo de Bombeiros e nem alvará de funcionamento.

A decisão do TJ determina que as empresas não poderão iniciar qualquer atividade no Shopping Center Iguatemi JK e nas duas torres de escritório sem antes obter o certificado de conclusão das obras viárias, a licença de funcionamento, o atestado de vistoria final do Corpo de Bombeiros, e o termo de recebimento expedido pela Secretaria Municipal de Transportes (TRAD).

Mais conteúdo sobre:
nvo shopping iguatemi shopping JK

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.