Justiça fixa em R$54,5 mil fiança de jovem que atropelou 3 na JK

Se valor for pago, o rapaz de 20 anos que dirigia sem habilitação ficará em liberdade provisória

Marcela Bourroul Gonsalves, Central de Informações

19 Outubro 2011 | 14h43

SÃO PAULO - A Justiça de São Paulo fixou a fiança de Nacib Mohamed Orra, que atropelou três pessoas no último final de semana na Avenida Juscelino Kubitschek, na zona sul de São Paulo. O valor é de R$54,5 mil, o equivalente a 100 salários mínimos. A decisão é da juíza Cláudia Ribeiro, do Departamento de Inquéritos Policiais (Dipo). Se a fiança for paga, o rapaz ficará em liberdade provisória.

O promotor de Justiça da 3ª Promotoria de Justiça Criminal, Rodrigo Mansour, havia opinado nesta terça-feira, 18, pelo indeferimento do pedido de libertação de Orra, por entender necessária a manutenção da prisão.

O jovem de 20 anos invadiu a calçada e atingiu as três pessoas que estavam em um ponto de ônibus na avenida. Ele dirigia um Honda Civic, mas não tinha Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Orra negou-se a prestar depoimento, optando pelo direito de falar somente em juízo. O rapaz teria dito informalmente à polícia que pegou o carro dos pais sem autorização e consumiu três doses de uísque antes do acidente.

Entre as vítimas estava o casal Meire e Ricardo Miranda. Eles se casariam em fevereiro, mas decidiram adiar a cerimônia por causa do acidente. Nesta quarta-feira, 19, Meire seguia internada na Santa Casa em recuperação. Seu estado era estável. O Hospital das Clínicas, onde Ricardo estava, não forneceu informações sobre o paciente.

Mais conteúdo sobre:
Justiça fiança atropelamento JK

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.