Justiça determina que caso Noar seja investigado pela PF

Por determinação do Ministério Público Federal em Pernambuco (MPF), a Polícia Federal instaurou inquérito para apurar as causas da queda do LET-410 da Noar Linhas Aéreas, no Recife, apesar da instauração de um inquérito da Polícia Civil para investigar a queda do bimotor. O MPF entende que a investigação deve ser remetida para a jurisdição federal e o procurador da República Marcos Antonio Silva Costa solicitou à Justiça federal, na sexta-feira, o reconhecimento da competência federal para apurar crimes relacionados a acidentes aéreos. Se houver discordância da Justiça estadual, haverá, segundo o procurador, conflito de competência entre os dois órgãos judiciários, a ser decidido pelo Superior Tribunal de Justiça. Caso contrário, tudo que a polícia apurar será remetido à Polícia Federal.

Ângela Lacerda, O Estado de S.Paulo

20 Julho 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.