Justiça decreta prisão de suspeito pela morte de ex-líder comunitário no Rio

Crime ocorreu na sexta, quando vítima participava de churrasco no Morro dos Macacos

Solange Spigliatti, estadão.com.br

01 de agosto de 2011 | 16h59

SÃO PAULO - A Justiça do Rio decretou a prisão do suspeito de assassinar o ex-líder comunitário do Morro dos Macacos, Marivaldo dos Prazeres, na zona norte do Rio. Segundo o Tribunal de Justiça, a prisão temporária foi decretada pela juíza de plantão, Maria Clara Vassali da Silva, no sábado.

 

José Sérgio da Silva, de 27 anos, conhecido como "Quatro Molas", foi identificado após uma atuação conjunta a Divisão de Homicídios da Capital (DH) e a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP/Macacos).

Segundo testemunhas, no dia do crime, a vítima participava de um churrasco na localidade conhecida como "Jardim", no Morro dos Macacos. José teria executado a vítima com uma pistola 9mm quando ele foi ao banheiro.

 

Ainda de acordo com as testemunhas, o crime teria ocorrido por uma desavença antiga entre a Marivaldo e o traficante conhecido como "Scoob", antigo chefe do tráfico do Morro dos Macacos.

 

Policiais da UPP Macacos estão realizando buscas na comunidade e monitorando a residência de José Sérgio da Silva, que já é considerado foragido da Justiça. As investigações estão sendo realizadas pela DH.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.