Justiça condena acusado de matar suposto estuprador em SP

Adilson alegou que vítima assediou sua mulher; ele foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão

Priscila Trindade, Central de Notícias

23 Março 2011 | 08h40

SÃO PAULO - O catador de lixo Adilson Bernardino dos Santos foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão, em regime fechado, por matar uma pessoa não identificada, no dia 11 de outubro de 2009, no bairro Santa Cecília, zona oeste de São Paulo.

 

Segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), o réu admitiu a autoria do crime, sob a alegação de que a vítima com fama de estuprador, colocou a mão embaixo da saia de sua mulher. O agressor golpeou a vítima com um pedaço de madeira. A decisão é do 1º Tribunal do Júri.

Mais conteúdo sobre:
estupradorcondenazona oesteSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.