Justiça condena 2 por morte de professor

AFROREGGAE

, O Estado de S.Paulo

18 de maio de 2010 | 00h00

A juíza Simone de Faria Ferraz, da 16.ª Vara Criminal, condenou ontem os dois homens acusados de matar Evandro João da Silva, coordenador do grupo AfroReggae, durante um assalto no centro do Rio, em outubro de 2009. A pena para Rui Mário Maurício de Macedo e Reginaldo da Silva foi de 24 anos e de 21 anos e 6 meses, respectivamente. Eles foram condenados pelos crimes de latrocínio (roubo seguido de morte), por motivo torpe e com concurso de pessoas, e receptação. Imagens de câmeras de prédios vizinhos revelaram que os bandidos chegaram a ser abordados por PMs, que levaram as peças roubadas e os liberaram em seguida. O capitão Dennys Bizarro e o cabo Marcos Sales não socorreram a vítima e foram denunciados por omissão e receptação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.