Justiça concede liberdade provisória a Zina, do 'Pânico na TV'

Marcos da Silva Herédia estava preso havia 20 dias, após ser flagrado com revólver de numeração raspada

Fabiana Marchezi, da Central de Notícias,

05 Fevereiro 2010 | 19h46

A Justiça de São Paulo concedeu nesta sexta-feira, 5, liberdade provisória a Marcos da Silva Herédia, de 27 anos, o Zina, do "Pânico na TV". Ele estava preso havia 20 dias, desde que foi flagrado com um revólver com numeração raspada.

 

De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), Zina foi beneficiado com alvará de soltura, em virtude de liberdade provisória, e deixou o Centro de Detenção Provisória 3 de Pinheiros, zona oeste de São Paulo, por volta das 18 horas desta sexta.

 

Zina já havia sido preso outra vez, em 28 de outubro de 2009, com um pino de cocaína. Na ocasião, foi registrado um termo circunstanciado na delegacia, pois a quantidade de droga apreendida o classificava como usuário.

Mais conteúdo sobre:
ZinaPânico na TV

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.