Justiça barra 'rolezinho' de sem-teto em shopping na zona sul de SP

Ação foi proposta contra o Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), Movimento Periferia Ativa e Resistência Urbana

Luciano Bottini Filho, O Estado de S. Paulo

16 de janeiro de 2014 | 16h53

O Shopping Campo Limpo, na zona sul de São Paulo, obteve nesta quinta-feira, 18, uma liminar para impedir um 'rolezinho' marcado para esta quinta-feira, 16, dentro do centro comercial. A ação foi proposta contra o Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), Movimento Periferia Ativa e Resistência Urbana.

A decisão, do juiz Nélson Ricardo Casalleiro, da 7ª Vara Cível do Fórum Regional de Santo Amaro prevê reforço policial e notificação da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. O manifestante flagrado por oficial de justiça será citado e responderá ao processo, com um multa de R$ 5 mil.

"Salta aos olhos que o local, um shopping center de porte médio, não possui qualquer condição de recepcionar milhares de pessoas", afirmou o juiz. "Não se trata de inferir que os manifestantes sejam marginais ou que queiram, premeditadamente, causar dano pessoal ou patrimonial.

Trata-se da reação normal de pânico e desordem que se espera quando milhares de pessoas chegam a um local fechado, com corredores estreitos e poucas saídas para todos".

O Shopping Campo Limpo já havia conseguido outra liminar para barrar um 'rolezinho' marcado para o dia 11 de janeiro. O juiz ainda enfatizou que o espaço "não se trata de 'via pública', não se constituindo em local próprio e apropriado ao exercício do direito (também constitucional e fundamental) de liberdade de reunião e manifestação".

Vetados. A Justiça de São Paulo vetou nesta quinta-feira, 16, mais três 'rolezinhos' programados pelas redes sociais nos shoppings Metrô Tatuapé e Metrô Boulevard Tatuapé, na Radial Leste. O primeiro está agendado para este sábado, 18. Os próximos para os dias 26 de janeiro (sábado) e 22 de fevereiro (domingo).

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    rolezinhosão paulo

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.