Justiça aprova parceria que criou praça

A 1.ª Vara da Fazenda Pública da capital decidiu que o termo de cooperação entre o Município e a Editora Abril para a criação da Praça Victor Civita, em Pinheiros, não desrespeita o Plano Diretor Estratégico. O Ministério Público Estadual pediu a anulação do termo em 2007, alegando que a praça de 13.700 m² na Rua Sumidouro tomaria quase 50% de uma área de 34 mil m² destinada a um parque público pelo Plano Diretor. Segundo a 1.ª Vara, não há indicação do tamanho da área do parque e parceria com a iniciativa privada pode ser feita.

, O Estado de S.Paulo

22 Janeiro 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.