Júri absolve quatro líderes de milícia da acusação de tentar matar cobrador de van

Quatro líderes da milícia conhecida como Liga da Justiça, que atua na zona oeste do Rio, foram absolvidos ontem por júri popular da acusação de tentativa de homicídio contra o cobrador de van Marcelo Eduardo dos Santos Lopes. Eram acusados de ser mandantes do crime, ocorrido em 2005, o ex-deputado estadual Natalino Guimarães (dir.), de 56 anos; o ex-vereador Jerônimo Guimarães Filho (esq.), de 63; Luciano Guimarães, filho de Jerônimo; e Leandro Viegas.

O Estado de S.Paulo

17 de fevereiro de 2012 | 03h05

O grupo continua preso na penitenciária de Campo Grande (MS) por causa de outros crimes. Por quatro a três, os jurados consideraram o grupo inocente. O Ministério Público não decidiu se vai recorrer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.