Júri absolve Marcola de acusação de homicídios

Marco Wilians Herbas Camacho, o Marcola, um dos líderes do Primeiro Comando da Capital (PCC), e Orlando Mota Junior, o Macarrão, foram absolvidos ontem à tarde da acusação de ter participado do homicídio de dois presos, em 2001. O crime aconteceu no Centro de Detenção Provisória do Belém, zona leste de São Paulo. O conselho de sentença do 1.º Tribunal do Júri do Fórum da Barra Funda acatou a tese da defesa de que não havia provas para incriminá-los.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.