Juíza solta mães de meninas de gangue

A juíza criminal Maria Fernanda Belli, do Fórum da Barra Funda, mandou soltar as quatro mães de crianças e adolescentes apontadas como integrantes da gangue suspeita de fazer arrastões na Vila Mariana, zona sul da capital. Elas haviam sido presas em flagrante anteontem à noite, acusadas de abandono de incapaz, quando foram buscar as filhas no 36.º DP (Paraíso). As meninas tinham sido levadas à delegacia acusadas de tentativa de furto.

Luísa Alcalde, O Estado de S.Paulo

13 de agosto de 2011 | 00h00

A magistrada concordou com o pedido de relaxamento do flagrante feito pela Defensoria Pública, desde que as quatro acusadas compareçam a todos os atos do processo. O delegado Márcio de Castro Nilsson, titular do 36.º DP, informou ontem que vai investigar o crime de corrupção de menores, pois tem informações de que adultos estariam induzindo as crianças a cometer os crimes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.