Juíza de Taubaté nega transferência de Suzane

CASO RICHTOFEN

, O Estado de S.Paulo

28 de julho de 2010 | 00h00

A juíza Sueli Zeraik de Oliveira Armani, da 1.ª Vara de Execuções Criminais de Taubaté, negou ontem o pedido de transferência de Suzane Von Richthofen da Penitenciária Feminina de Tremembé (SP), no Vale do Paraíba, para um centro de ressocialização. Suzane foi condenada a 38 anos de prisão por envolvimento no assassinato dos pais dela, Manfred e Marísia, em 2002. A defesa alegava no habeas corpus que a jovem sofreu constrangimento ilegal por ser mantida em regime mais rigoroso que o necessário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.