Juiz nega liminar contra passarela em Congonhas

A 1.ª Vara da Fazenda Pública negou liminar em ação civil pública proposta pelo Ministério Público Estadual para paralisar o projeto de construção da nova passarela de pedestres de acesso ao Aeroporto de Congonhas. O juiz entendeu que não há indícios de irregularidades.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.