Juiz manda tirar nome de vivos de obra pública

O juiz Willer Sóstenes de Sousa e Silva deu prazo de 30 dias para que nomes de pessoas vivas sejam tirados de ruas, avenidas e obras públicas de Sobral (CE), a 240 km de Fortaleza. A decisão atende a ação civil movida pelo Ministério Público, que cita como um dos exemplos a Vila Olímpica Ciro Gomes. O juiz ainda proíbe novas homenagens. A multa diária para descumprimento é de R$ 1 mil para prefeitura e R$ 100 para prefeito ou secretário de Obras. O prefeito Clodoveu Arruda (PT) prometeu cumprir a ordem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.