Juiz de futebol morre ao ser atingido por raio em SP

Celestino Cicotti Júnior, de 41 anos, chegou a ser levado ao hospital, mas morreu no local

04 de fevereiro de 2008 | 17h05

Um raio atingiu e matou um homem que apitava uma partida de futebol na noite de sábado, 2, em Monte Aprazível, a 475 quilômetros da capital paulista, na região de São José do Rio Preto.   Segundo informações da TV Tem, Celestino Cicotti Júnior, de 41 anos, foi enterrado neste fim de semana. Segundo jogadores, apenas chuviscava durante a partida. "A gente até achou estranho porque foi o único raio que caiu. Foi aquele estouro. Não teve era uma coisa que você podia falar que estava trovejando", conta um dos jogadores.   A disputa era entre o time de veteranos de Monte Aprazível e a equipe de Bady Bassitt. Depois de um gol da equipe de Monte Aprazível, Júnior se preparava para reiniciar a partida. Ele foi atingido pelo raio quando estava no meio do campo.   Os jogadores que estavam perto dele também sentiram a descarga elétrica. "Todos os que estavam ao redor dele foram arremessados para trás. Depois dois ou três correram em direção a ele, mas (o juiz) já estava imóvel. A gente tentou fazer massagem e respiração boca a boca para tentar reanimar", disse um jogador. A vítima chegou a ser levada ao hospital, mas morreu no local.   Um outro jogador afirmou ter visto uma forte explosão e disse que ainda não se recuperou. "Ainda sinto um pouco de dor na cabeça", contou.   Há 15 dias, um raio matou duas pessoas em Araçatuba. Avó e neta atravessavam um terreno baldio quando foram atingidas pela descarga elétrica. As duas morreram na hora.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolJuizRaio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.