Juiz condena Metrô a pagar R$ 17 mil por queda no vão

O Metrô de São Paulo foi condenado, em primeira instância, a pagar indenização de R$ 17 mil a uma idosa que feriu o pé no vão entre a plataforma e o trem. A decisão foi anunciada na segunda-feira. O acidente ocorreu na Estação Artur Alvim da Linha 3-Vermelha, em 2010.

O Estado de S.Paulo

29 Março 2012 | 03h05

A mulher pediu indenização de R$ 51 mil por danos materiais e morais por ter prendido o pé quando saía da composição. Segundo o advogado Júlio dos Santos Pereira, a idosa teve vários hematomas. "Até hoje, ela precisa de muletas", afirmou.

Na defesa, o Metrô alegou que "houve culpa exclusiva da vítima, que não observou avisos existentes a respeito do vão". Ontem, a empresa não se manifestou.

Na sentença, o juiz Mário Daccache, da 4ª Vara Cível de São Miguel Paulista, escreveu que o Metrô "assume obrigação de resultado" e precisa "entregar o passageiro são e salvo". / C.V.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.