Juiz cobra medidas da Sabesp para área contaminada

O juiz da 8ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo, Adriano Marcos Laroca, determinou que Sabesp, Daee e governo do Estado cumpram medidas já determinadas em área contaminada na capital, entre a Avenida Dr. Francisco Mesquita e a linha da CPTM, na Vila Prudente.

O Estado de S.Paulo

04 Outubro 2012 | 03h03

A área tem uma favela e a CDHU quer instalar um conjunto habitacional no local. Sob pena de multa diária de R$ 200 mil, a Sabesp deve dimensionar a contaminação do solo, subsolo, águas subterrâneas e ar, dentro de 90 dias, e apresentar projeto de remediação da área.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.