Paulo Liebert/AE
Paulo Liebert/AE

Juiz abona faltas de Geisy e determina remarcação de provas

Além disso, delegada esperava colher depoimento de seguranças da Uniban, mas eles não foram à delegacia

Maíra Teixeira, da Central de Notícias,

14 de dezembro de 2009 | 18h25

A Universidade Bandeirantes (Uniban) terá de abonar todas as faltas da estudante Geisy Arruda e remarcar as provas da aluna para o próximo mês de janeiro. A determinação é do juiz da 9ª Vara Cível de São Bernardo do Campo, Rodrigo Borga Campos. Geisy, de 20 anos, não frequenta a instituição desde que foi hostilizada no campus da universidade, em 22 de outubro, por usar um vestido curto.   

 

Veja também:

link Defesa de Geisy pede R$ 1 milhão

link Geisy Arruda presta depoimento na Delegacia da Mulher 

link Uniban expulsa aluna assediada por usar vestido curto em aula

 

Segundo o advogado de defesa, Nehemias Domingos de Melo, o juiz aceitou o pedido integral que vai possibilitar que a aluna complete o ano letivo.

 

A delegada Ângela de Andrade Ferreira Ballarini, titular da Delegacia da Mulher, esperava colher o depoimento de dois seguranças da Uniban que estavam presentes no tumulto, mas nem eles e nem o advogado da instituição compareceram à delegacia.

 

Tudo o que sabemos sobre:
GeisyUniban

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.