Jovens suspeitos de assalto são mortos no Metrô no Recife

De acordo com coordenador de Segurança, trio estava atuando no local havia um mês

Monica Crisostomo, O Estado de S. Paulo

31 de agosto de 2015 | 22h12

RECIFE - Dois jovens suspeitos de participarem de uma série de assaltos ao Metrô do Recife foram mortos na tarde desta segunda-feira, 31, por tiros disparados por um policial civil à paisana.

Segundo testemunhas, um grupo com pelo menos três adolescentes, um armado com revólver calibre 38 e outros dois com facas, estava roubando os passageiros que circulavam na composição. No momento em que o veículo fazia uma parada na estação Largo da Paz - que integra a Linha Sul do Metrô -, foram surpreendidos pelo policial. De acordo com informações do coordenador de Segurança da CBTU, Lauro Ataide, o trio estava atuando no local havia cerca de um mês.

Segundo policiais do 12º Batalhão de Polícia Militar, o terceiro suspeito, que é menor de idade, foi apreendido e encaminhado para a Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente. Ainda de acordo com Ataide, quando o policial viu o anúncio do assalto no vagão, ele deu voz de prisão aos suspeitos. Em seguida, um dos jovens teria tentado atirar três vezes contra o policial, mas a arma falhou. O oficial reagiu e atingiu dois dos suspeitos. O terceiro suspeito, então, se entregou.

De acordo com a perita do Instituto de Medicina Legal, Vanja Coelho, os dois corpos ainda não foram identificados. Cada um recebeu dois tiros. No momento da ação, um quarto homem que vendia pipoca no local estava correndo nos trilhos fugindo da revista. Quando os seguranças foram verificar a sacola, encontraram uma faca e mais uma touca ninja. O pipoqueiro foi preso, mas a sua participação no crime foi descartada pela polícia.

Tudo o que sabemos sobre:
Recife

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.