Jovens são mantidas em cárcere por traficantes em Itapevi

As garotas foram torturadas e uma precisou ser hospitalizada; motivo teria sido pacote de drogas encontrado

Paulo Maciel e Daniela do Canto, estadao.com.br

20 Fevereiro 2009 | 08h19

Duas jovens, uma delas menor de idade, foram mantidas em cativeiro por traficantes da Favela do Areião, em Itapevi, município na região oeste da Grande São Paulo, durante a quinta-feira, 19. Elas foram torturadas e uma delas, de 22 anos, com diversos hematomas, teve de ser medicada no Pronto-Socorro Sami de Itapevi. Por volta das 20h dessa quinta, 19, policiais militares foram chamados por vizinhos que ouviram os gritos das duas jovens. Elas disseram que estiveram trancadas desde às 10h do mesmo dia. O barraco fica na Rua André Manuel Laronga, 158, casa 2, no Jardim Paulista.  Aos PMs, as meninas teriam dito que acharam na rua um pacote de drogas e não devolveram, por isso foram mantidas no cativeiro. Ninguém foi preso. O caso foi registrado no Distrito Central de Itapevi.

Mais conteúdo sobre:
tráfico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.