Jovens são detidos por travar porta de vagão de trem em SP

Eles são suspeitos de usar uma ferramenta para travar porta de trem do Expresso Leste, que circula na Linha 11-Coral (Luz-Guainazes)

Priscila Trindade, do estadão.com.br

14 de maio de 2010 | 20h33

SÃO PAULO - Dois jovens de 19 e 21 anos foram detidos na manhã desta sexta-feira, 14, suspeitos de usar uma ferramenta para travar a porta de um trem do Expresso Leste que circula na Linha 11-Coral (Luz-Guainazes) em São Paulo.

 

O uso da morsa para travar uma das portas do vagão impossibilitava o embarque e desembarque dos outros passageiros. De acordo com a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), os dois embarcavam em Guaianases e a porta era aberta cinco estações depois, quando o trem chegava na Estação Brás.

 

Há 15 dias que seguranças da CPTM investigavam o problema. Hoje, o caso foi solucionado e os jovens levados ao 44º Distrito Policial, perto da estação Guaianazes. Em seguida eles foram liberados.

 

Somente no primeiro trimestre deste ano, a companhia gastou mais de R$ 700 mil para recuperar 383 falhas por vandalismo nas composições.

Tudo o que sabemos sobre:
CPTMprisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.