Jovens mortos em chacina são enterrados na Grande São Paulo

As quatro vítimas foram baleadas perto de uma pizzaria, onde trabalhavam como entregadores

O Estado de S.Paulo

20 de setembro de 2015 | 16h14

SÃO PAULO - Foram enterrados na manhã deste domingo, 20, os corpos dos quatro jovens mortos na madrugada de sábado, 19, em Carapicuíba, região metropolitana de São Paulo. Mateus Morais dos Santos e Douglas Bastos Vieira, ambos de 16 anos, José Carlos Costa do Nascimento, de 17, e Carlos Eduardo Montila de Souza, de 18, eram todos entregadores de pizza e foram baleados quando saíam da pizzariam onde trabalhavam.

Os corpos dos jovens foram velados e sepultados no Cemitério Municipal de Carapicuíba. Nenhum deles tinha passagem criminal. Familiares e amigos presentes protestaram contra a violência.

A Polícia Civil vai usar imagens de câmera de segurança próximas do local para tentar identificar os autores do crime. Há pelo menos duas versões para o fato. Na primeira, os jovens estavam conversando na frente da pizzaria, quando homens ocupando um carro cinza chegaram e atiraram nas vítimas. A outra apura se os assassinos conheciam as vítimas, pois teria ocorrido uma discussão entre eles, antes do crime.

Segundo registros da Polícia Civil, foi a 15.ª chacina deste ano no Estado. Até agora, não há indícios de ligação do crime com outras chacinas ocorridas na Grande São Paulo que tiveram a participação de policiais militares. 


Tudo o que sabemos sobre:
chacinacarapicuíba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.