Dário Stecker dos Santos/AE
Dário Stecker dos Santos/AE

Jovem que aguardou socorro por três dias está com água no pulmão

Ela deve passar por cirurgia na Santa Casa, que desmente que ela tenha passado por outras operações

Chico Siqueira, especial para O Estado de S.Paulo

31 de janeiro de 2012 | 22h16

ARAÇATUBA - Médicos da Santa Casa de Fernandópolis, no interior de São Paulo, diagnosticaram nesta terça-feira, 31, a presença de líquidos nos pulmões da comerciária Caroline Laila Soares, de 19 anos, que ficou três dias esperando socorro dentro de um córrego.

O carro da jovem caiu numa ribanceira, na noite de quinta para sexta-feira, na Rodovia Eliéser Montenegro Magalhães (SP-463), no município de Populina. Ela saiu do trabalho e ia visitar um amigo quando o acidente ocorreu.

O hospital informou que Caroline iria passar ainda nesta noite por uma cirurgia (punção) para retirada do líquido do pulmão. Para sobreviver, Caroline teve de beber água do córrego, o que causou grande risco de ter contraído infecção.

A Santa Casa desmentiu boatos de que a moça estaria respirando por aparelhos e informou que a saúde dela ainda está sendo avaliada. O hospital também negou que ela tenha de passar por cirurgia para recomposição do tornozelo e bacia fraturados no acidente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.