Jovem morre após incêndio em unidade da Fundação Casa

Interno descascou fio da rede elétrica e ateou fogo em colchões; na confusão, dez ficaram feridos

Elvis Pereira, Central de Notícias,

20 Maio 2009 | 17h33

Um jovem de 18 anos morreu na tarde desta quarta-feira, 20, na unidade Encosta Norte da Fundação Casa (ex-Febem), no Itaim Paulista, zona leste de São Paulo. Um interno com problemas psiquiátricos descascou um fio da rede elétrica do quarto em que estava e ateou fogo em colchões, segundo informações da Fundação Casa. Em meio à correria provocada pela fumaça, outros dez internos se feriram.

 

A identidade do interno que morreu não foi revelada. Mas, segundo a fundação, não se trata do responsável por provocar o incêndio. A instituição abriu uma sindicância para apurar o caso e informou que a unidade abrigava, até esta tarde, 58 menores, dois a menos em relação à sua capacidade máxima.

 

A Fundação Casa (antiga Febem) informou que, apesar do incêndio ocorrido no início da tarde desta quarta-feira, 20, não houve motim no Internato Encosta Norte, no Itaim Paulista, na zona leste de São Paulo. Um jovem de 18 anos inalou fumaça em excesso e morreu. Outros dez menores que estavam no módulo precisaram ser atendidos no Hospital Santa Marcelina e já foram reconduzidos à unidade.

 

O vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Entidades de Assistência(Sitraemfa), Júlio Alves, afirmou que nenhum funcionário foi feito refém ou ficou ferido. Alves retificou a informação dada por ele inicialmente de que havia 70 menores na unidade, cuja capacidade máxima é de 60. O correto, conforme a Fundação anunciou, eram 58. "Além das circunstâncias do fato, a sindicância da Fundação vai apurar se houve falhas funcionais que tenham contribuído para a ocorrência", informou a instituição, em nota.

Mais conteúdo sobre:
Fundação Casa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.