Jovem morre após cair de 3º andar de prédio no centro de SP

Médicos tentaram reanimar mulher de 26 anos, que não resistiu aos ferimentos; polícia investiga suposto suicídio

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

01 de maio de 2008 | 03h46

Por volta da 1h15 desta quinta-feira, uma jovem teria se jogado do terceiro andar do prédio onde mora, na Rua Santo Antonio, próximo à Praça da Bandeira, no centro da capital paulista. Ela foi identificada como sendo Célia de Fontes Silva, de 26 anos. Moradora do apartamento nº 38, Célia, gravemente ferida, foi encaminhada por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para o pronto-socorro da Santa Casa de Misericórdia. Os médicos tentaram reanimá-la, mas a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu. Segundo a polícia, a queda ocorreu de uma altura de cerca de 25 metros, porque antes do primeiro andar há um muro de 15 metros que escora o terreno sobre o qual o prédio foi construído. Ao chegar com a esposa no hospital, o marido de Célia disse aos médicos que a jovem havia se jogado. A Central de Operações da Polícia Militar recebeu via 190 uma chamada na qual o solicitante afirma que uma mulher loira havia caído do prédio neste endereço e que antes da queda foram ouvidos gritos provenientes possivelmente de uma discussão. O caso está sendo registrado no 04º Distrito Policial, da Consolação. Segundo os policiais de plantão na delegacia, o marido disse que a jovem teria se jogado e que a princípio não ocorreu discussão alguma.

Tudo o que sabemos sobre:
suicídioSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.